Baratos Afins

Baratos Afins a Pioneira dos Independentes

Skip to Main Content »

Bem vindo a loja virtual da Baratos Afins!
Nossa loja esta em constante atualização. Estamos Inventariando e cadastrando todos os produtos da nossa loja. Caso não encontre o produto em nossa loja virtual entre em contato (11) 3223-3629

Your shopping cart is empty

14 BIS - OUTROS PLANOS 'CD' ''BRA''

Seja o primeiro a avaliar este produto

Disponibilidade: Em estoque

R$40,00

Descrição rápida

14 Bis é um dos mais importantes grupos vocais contemporâneas no Brasil. Os membros do grupo são de Minas Gerais e alguns deles também são membros do Clube da Esquina. Seu som é uma reminiscência do rock progressivo e rock dos anos 60 e também tem caipira (caipira) influências de seu estado de origem. O grupo foi formado por Flávio Venturini (teclados / guitarra), seu irmão Cláudio Venturini (guitarra), Vermelho (teclados), Sérgio Magrão (baixo) e Hely (bateria). Flávio e Magrão eram antigos membros do O Terço, enquanto o Vermelho e Hely veio de Bendegó. Seus maiores sucessos estão "Todo Azul do Mar" (Flávio Venturini), "Canção da América" ​​(Milton Nascimento / Fernando Brant), "Caçador de Mim" (Luiz Carlos Sá / Flávio Venturini), "Planeta Sonho" (Flávio Venturini / Vermelho / Márcio Borges) e "Espanhola" (Flávio Venturini / Gutemberg Guarabyra).

14 BIS - OUTROS PLANOS (Baratos Afins)

Duplo clique na imagem para vê-la ampliada

Reduzir
Aumentar

Mais visualizações

  • 14 BIS - OUTROS PLANOS (Baratos Afins)

Detalhes

Canções de Guerra (Sérgio Vasconcellos/Cláudio Venturini/Chico Amaral) A linha do horizonte se avermelha, agora o sol se vai. A sombra pouco a pouco escala o arco, a tarde cai. Os homens calam-se diante do crepúsculo, Solene sombra sobre estrada. Sou eu quem devia voltar, Mas é cedo. Ali na direção da serra as luzes de uma aldeia vão, Trazer um pouco de conforto a toda solidão. Pessoas passam calejadas em alma e músculo, Perguntas muitas sobre nada. Sou eu quem devia voltar, (Não posso voltar agora, a guerra não terminou) Mas é cedo. (Mil léguas estrada afora, sem tréguas ainda vou) Escute as canções de guerra, Os sinais, as razões da terra. Alimentando a alma eu bebo vinho, eu trago música. Sei que uma vida é uma vida sempre única. Diante do amor o mundo é minúsculo, Eu não profano a jornada. Outono (Cláudio Venturini/Sérgio Vasconcellos) Sigo as horas sem contar na janela o sol, Aprendo em silêncio os seus segredos. Corro a calçada sem olhar direção, Minhas pegadas dizem quem sou. Sem tempo sigo a direção da chuva. A planta a prover o grão. As folhas voam devagar, lembranças, O sol vai dormir no mar, Conto as horas pelo céu, sigo a noite, Para as estrelas não há segredos. Sinto o frio me tocar, anoiteço, Você tem ouvidos mas não escuta. O som das folhas pelo ar, as nuvens, O rio a fugir do mar. Sem tempo sigo a direção da chuva, A planta a prover o grão. Até o dia clarear (Flávio Venturini/Alexandre Blasifera) Não vou sair daqui não. Por que você não vem pra onde eu vou? Eu fico te esperando até o infinito, Não vou sair daqui não. Por que você não vem pra onde eu vou? Eu fico te esperando até a vida melhorar. Vem dançar, cuidado com meu pé. Dois pra cá, ai que vontade de te agarrar. Vem dançar, seja o que Deus quiser. Dois pra lá, até o dia clarear. E a vida é tão linda pra gente viajar, só eu e você. Se eu entro nessa dança eu vou até o sol raiar. Dois pra cá, cuidado com meu pé Dois pra lá, ai que vontade de te agarrar Vem dançar, seja o que Deus quiser Dois pra lá, até o dia clarear Não pense que eu não sei de toda essa paixão que um dia nos uniu. Foi no dia em que te vi, não teve explicação o que eu senti. Ai que vontade de te agarrar, Até o dia clarear. Cedo ou tarde (Cláudio Venturini/Sérgio Vasconcellos) Mesmo se o tempo não parar E os sons que ouvi cantar Encontrassem para nós outra maneira Sem palavras pra cantar Mil maneiras e ilusões Sem respostas pra te dar eu me calo Se você já se esqueceu Como tudo se perdeu Cedo ou tarde vai lembrar que estou só Nossa voz vai fazer você lembrar Dos momentos de calor, dos sonhos Cedo ou tarde, você ainda vai lembrar Vai lembrar de mim, cedo ou tarde Você ainda vai lembrar. Constelações (Sérgio Vasconcellos/Cláudio Venturini/Murilo Antunes) Ouve só o meu coração Bate assim, fruto da paixão Nas manhãs azuis, nas constelações Ouve o meu coração. Ah, linda flor do mar Água, terra, fogo e ar Linda flor, onde agora você está? Vou, vou, vou aonde for o amor Voar, vou aonde o amor levar. Ouve o som que o vento traz O pior já ficou pra trás Nas manhãs azuis, nas constelações Ouve o meu coração. Deixa o coração escrever no ar Frases da canção, coisas de lembrar Nas manhãs azuis, nas constelações Ouve a voz do meu coração (Deixa o coração viajar) Gente do interior (Sérgio Magrão/Cezar de Mercês) Gosto de gente do interior Do jeito que essa gente Diz que sente amor É amor pra sempre E pra nunca mais Pois não se esquece O que não se desfaz. Quem tem o sol das manhãs E os pés descalços no chão. Conhece a hora certa Na luz da porta aberta Tem sempre aberto o coração Os sete raios de cristal (Vermelho/Márcio Borges/Lô Borges) As lendas da paixão são aqui mesmo Nesta terra onde estou Amar e possuir, cuidar dos seus amores Isto é ser feliz O nosso planeta azul É linda casa, onde a paz deve morar Se o coração limpou, abriu as portas De um templo de cristal A voz dos homens bons Quer primavera em flor, não devastação Clareia a hora e vez De derramar dentro de nós a sensatez Todo mundo é irmão Esta verdade é muito simples de se ver Toda luz se resumiu Nos sete raios coloridos de cristal Quando a poeira que velou o nosso olhar Tiver baixado totalmente Paz entre as estrelas, paz aqui no chão Esta é a semente Que vai semear outro valor E todo ódio que viveu em nosso tempo Poder chegar a seu final E todo amor que se levantou a tempo Poder levar a vida em paz. Outros Planos (Cláudio Venturini/Sérgio Vasconcellos/Ozório/Cedotti) Olho pra trás, diminuo a velocidade A verdade simplesmente não existe Preciso nos sentidos, um milagre do corpo Idéias ao entardecer Faço planos, crio mundos Desses de possuir e não ter Nas idéias os sentidos Tudo que a gente pode ser Não tive tempo pra dizer Aos olhos que eu nunca esqueci Desculpa só mais uma vez Nosso encontro foi talvez Venha ficar comigo Tudo pode acontecer Olho pra trás diminuo a velocidade A verdade simplesmente não resiste As idéias, os sentidos Tudo que a gente pode ser Sinais de amor (Sérgio Vasconcellos/Cláudio Venturini/Lô Borges) Hoje é dia de inventar o amor Faça acontecer Você sabe tudo vai mudar No seu coração Vai buscar naquela estrela A sua luz Você sabe muito bem Quando a gente quer mudar amor Faz acontecer Não espera o dia clarear Faz amanhecer O amor está mandando Os seus sinais Você sabe muito bem Quem vem mudar Chegou pra te acompanhar Sinais de amor É tudo que a gente quer Viver é bom Viver sem medo de errar E a vida passa em um segundo Hoje é dia de encontrar a paz No seu coração Navegando no imenso mar Do que somos nós Vai buscar naquela estrela A sua luz Você sabe muito bem A palavra coração (Vermelho/Márcio Borges) Se você não vem mais Não sabe o que vai perder Eu trouxe pra você Tudo que eu sei fazer Sou seu fã Sou forte pra te segurar Vou tocar Fogo na manhã E essa onda que vem lá Só vai pegar Quem tiver pique de aprender Se apaixonar No melhor sentido da palavra coração No melhor amor do verbo amar Coisas que ficaram muito tempo por dizer São as mesmas coisas que eu deixei Quem vai plantar, quem vai colher Quem vai negar que a gente faz acontecer Agora com seu beijo quente A alvorada já vai nos levantar Coisas que ficaram muito tempo por dizer São as mesmas coisas que eu deixei No melhor sentido da palavra emoção No melhor amor que pode ser Você vai me ganhar Mas tenho que saber Coisas de você Que ninguém vai revelar Sou seu fã Sou forte pra te segurar Vou tocar Fogo na manhã E essa onda que vem lá Vai me levar No melhor sentido da palavra coração Mo melhor amor que pode ser Coisas que ficaram muito tempo por dizer São as mesmas coisas que eu deixei Quando é fácil se dizer… (Hely Rodrigues/Luiz Carlos Sá) A gente vive aqui na santa paz Cada vez mais você me faz feliz Todo dia nasce flor No nosso paraíso de amor Tudo é possível de acontecer Quando é fácil se dizer te amo Vendo as estrelas que não existem mais Paro pra pensar em tudo que já passou no mundo Mas se a gente acreditar Que o nosso brilho não se apagará Os sonhos podem se realizar Quando é fácil se dizer te amo E vamos nós viver na santa paz Briga nunca mais, amor e amor, amiga, amigo Dentro do meu coração Sei que não me engano e te digo É impossível um amor morrer Quando é fácil se dizer te amo Mão amiga (Cláudio Venturini/O.R. Santos/W.Cedotti) Vem comigo Lembrar os caminhos do amor Mão amiga Clareia o meu pensamento Encanta o meu coração E espalha ao vento a semente Que um dia tua voz plantou em mim Feito lua e estrela Como um beijo secreto Feito lua Mão amiga Decifra os desejos do amor Vem comigo Abriga o meu coração Desliza no meu pensamento Cuida dos sonhos e sons Que um dia nosso amor plantou no céu Feito lua e estrela Como um beijo secreto Feito lua perto do céu Como um beijo secreto Perto do céu Dias melhores virão (Cláudio Venturini/Luiz Carlos Sá) Se você tem no coração A força do amor Dias melhores virão Com tudo a favor Se alguma coisa boa Vem de repente acontecer Depois da chuva à toa O sol vai querer brilhar pra você Passa o inverno E o verão traz o calor Dias melhores virão Com tudo a favor Se o mundo torto e louco Segue girando por aí A gente pára um pouco Aprendendo a viver e sorrir Dias melhores virão Dias de amor Longe de nós a solidão Com tudo a favor

Informações adicionais

Artista 14 BIS
Formato da Mídia CD
Formato CD
Gravadora INDIE RECORDS
Origem BRASIL
Nº de Faixas 13
Condição Novo

Tags do produto

Use espaços para separar tags. Use aspas simples (') para frases.